Subscreva a newsletter
 

Regiões Vitivinícolas

Alentejo

Situado no sul do país, o Alentejo é uma das maiores e mais importantes regiões vitivinícolas de Portugal.

Alentejo
Voltar
O Alentejo sofreu uma grande influência da presença romana, o que contribuiu para a implantação e criação da vinha em diversas zonas, e que ainda hoje é visível nas antas, templos romanos, castelos, igrejas e até nos palácios renascentistas.
Informação
Na região alentejana predomina um clima claramente mediterrânico, quente, seco e soalheiro, com forte influência continental, o que se traduz em condições ímpares para o cultivo de vinha. A paisagem é composta por extensas planícies e montes, predominando os solos de argila, granito, calcário e xisto.
A região demarcada do Alentejo está dividida em oito sub-regiões: Reguengos, Borba, Redondo, Vidigueira, Évora, Granja-Amareleja, Portalegre e Moura. Apresenta-se, também, agrupada em três polos: Portalegre, Centro e Sul alentejano.
Na região de Portalegre o microclima é influenciado pelas temperaturas baixas da Serra de São Mamede, onde estão plantadas, nas encostas íngremes da serra e em solos graníticos, as principais vinhas da região.
No centro do Alentejo situam-se as sub-regiões de Borba, Reguengos, Redondo e Évora. Borba é a segunda maior sub-região do Alentejo. Reguengos é atualmente uma das principais sub-regiões alentejanas, sendo a cidade de Reguengos de Monsaraz o seu ex-libris, considerada no ano de 2015, a Cidade Europeia do Vinho.
No Sul alentejano, mais quente e seco, localizam-se as sub-regiões de Moura, Vidigueira e Granja-Amareleja.
No Alentejo há inúmeras castas plantadas. As castas brancas mais importantes são: a Roupeiro, a Antão Vaz e a Arinto, para além das menos significativas: Diagalves, Manteúdo, Perrum e Rabo de Ovelha. Em relação às castas tintas, salienta-se a importância da casta Trincadeira, Aragonez, Castelão e Alicante Bouschet e também, embora em menor escala, a Moreto, Tinta Caiada e Tinta Grossa. Os vinhos tintos alentejanos são geralmente intensos, encorpados, ricos em taninos e com aromas a frutos silvestres e vermelhos. Os brancos são suaves, frescos, aromáticos e apresentam aromas a frutos tropicais. Além da produção nas sub-regiões DOC, o Alentejo apresenta ainda uma elevada produção e variedade de vinho regional.
Enoturismo
Enoturismo
O Alentejo é uma região vitivinícola de grande tradição, que alia aos seus excelentes vinhos uma oferta turística de referência. As visitas às adegas e vinhas, as provas de vinho, a boa gastronomia ou o alojamento rural, são alguns desses bons exemplos.
Para conhecer a cultura enogastronómica da região nada melhor do que visitar uma adega, onde poderá conhecer todo o processo de produção de vinho, as instalações, as vinhas, assim como, degustar o verdadeiro néctar alentejano, acompanhado por iguarias da gastronomia local. A região é também rica em atividades de lazer ligadas ao vinho, como por exemplo, a Festa da Vinha e do Vinho, em Borba, realizada anualmente no final do Verão. São, ainda locais a visitar, o Museu do Vinho do Redondo, no qual estão expostos vários aspetos da atividade vinhateira alentejana, ou ainda, a Sala de Provas da Rota dos Vinhos do Alentejo, em Évora, cidade Património da Humanidade.
A Rota dos Vinhos do Alentejo pode ser subdividida em três percursos principais: "Rota de São Mamede", "Rota Histórica" e "Rota do Guadiana". Estes percursos permitem-lhe conhecer toda a riqueza desta imensa e magnífica região. A "Rota de São Mamede", sita na área abrangida pelo Parque Natural da Serra de S. Mamede, inclui algumas das mais bonitas e típicas vilas e cidades alentejanas, como Portalegre, Marvão, Castelo de Vide, Alter do Chão ou Sousel. A "Rota Histórica" está centrada em Évora mas abrange também Arraiolos, Estremoz, Borba, Vila Viçosa, Redondo e Monsaraz. Por fim, a "Rota do Guadiana" marcada pela presença do rio com o mesmo nome e pelas extensas planícies, passando por Mourão, Moura, Vidigueira, Alvito e Viana do Alentejo. A gastronomia regional alentejana é sinónimo de sabor, intensidade e paixão, as açordas ou sopas de pão, as migas, o gaspacho, o ensopado de borrego, a carne de porco à alentejana ou a sopa de beldroegas são alguns dos pratos mais apreciados na região.
  • Portugal by Wine